Ligue agora (48) 3304-7904 consulta online

Cirúrgico: Lipoabdome

Lipoabdome

A cirurgia Lipo abdominoplastia tem a sua indicação no tratamento do excesso de pele do abdome associado com excesso de gordura no abdome, flancos e costas. É preciso que a paciente possua pele o suficiente para que o umbigo possa ser tracionado até a cicatriz de cesarea. Geralmente esta flacidez ocorre naturalmente por uma questão genética, após uma ou várias gestações ou após perdas de peso.

Quando existe basicamente flacidez de pele a indicação é abdominoplastia clássica. Quando possui excesso de gordura indica-se a aspiração da gordura que modifica a silhueta juntamente com a retirada da pele.

O melhor momento é quando a flacidez abdominal e o excesso de gordura prejudica a sua auto-imagem, ou seja, a sua apresentação para as outras pessoas, atingindo a sua auto-estima e conseqüentemente diminuindo a sua autoconfiança nas atividades sociais e nos relacionamentos em geral. Uma vez que se sentir bem é fundamental no contato interpessoal.

A retirada da pele tem sua indicação estética e funcional, neste caso para tratar o “avental” (dobra de pele sobre o púbis), que corresponde a dobra de pele sobre a região púbica, que por sua vez cria assaduras locais e até mau cheiro e as dobras de pele das costas e flancos pela lipoaspiração.

O tecido que se retira é constituído de pele e gordura. Além de retirar a pele, a musculatura do abdome (retos abdominais) que relaxa e se afasta com a gravidez e excesso de peso  é reaproximada (amarrada). Este procedimento devolve o aspecto plano ao abdome.

Vamos para as principais dúvidas que tenho ouvido ao longo destes 15 anos dedicados exclusivamente a cirurgia plástica.

A partir da primeira avaliação e consequentemente da primeira dúvida:

Meu caso tem indicação para lipoabdominoplastia?

Esta é uma situação importante. Por muitas vezes a paciente chega ao consultório achando que precisa fazer abdominoplastia sendo que a sua melhor indicação seria de uma lipoaspiração ou no máximo uma lipoaspiração com mini-abdome que retira apenas uma fatia da parte inferior do abdome.

É uma cirurgia conjunta de lipoaspiração mais abdominoplastia. Nela é feita a retirada da gordura das costas, flancos e abdome inteiro, em seguida, na mesma cirurgia é retirada a pele do umbigo até a cicatriz da cesarea, ou onde seria a sua posição logo acima do púbis.

O que acontece com a cicatriz da cesárea?

Ela é retirada junto com a pele que irá sair com o excesso de pele e gordura. O corte da abdominoplastia envolve a cicatriz da cesárea.

Muda alguma coisa em relação ao abdome do lipoabdome para a abdominoplastia clássica que só retira pele?

A técnica é diferente, retirando a gordura do abdome ele ficará com aparência mais rígida e de menor volume.

Como saber se no meu caso é melhor fazer um lipoabdome?

A resposta difinitiva é dada pelo cirurgião plástico, mas para ter uma ideia a parte superior do umbigo precisa chegar até a cicatriz da cesárea ou até onde ela estaria. Isto é visto tracionando-se a pele estando deitada e com os joelhos dobrados. Caso a pele chegue a indicação é de abdominoplastia, se além da flacidez você tiver gorduras que lhe incomodam fazendo pregas ou saindo por fora da roupa então você precisa associar uma lipoaspiração.

Caso a pele seja muito tracionada para que chegue até embaixo, a cicatriz pode alongar e ficar esteticamente feia, ou ocorrer uma elevação da cicatriz na região acima do púbis, que pode ficar aparente na calcinha ou no biquini.

 Posso ter mais filhos depois da lipo-abdominoplastia?

Sim, não interfere na formação do bebê, no entanto, a pele sofrerá o estiramento da pele novamente podendo formar estrias e flacidez de pele e músculos novamente.

A internação dura um dia. Você interna em um dia e vai embora no outro.

A anestesia pode ser geral ou peridural, dependerá da avaliação pré-anestésica, onde o anestesista indicará a melhor anestesia para o seu caso, em função de seus antecedentes, alergias, entre outros. De qualquer forma, quando você entra no centro cirúrgico é pego uma veia e feito um anestésico. A partir daí a grande maioria das pacientes já não lembra de mais nada.

Tem algum exame importante a ser feito antes da cirurgia?

Sim. Uma rotina pré-operatória com exames de sangue e urina, rx de tórax e eletrocardiograma. Um exame muito importante é a ultrassonografia da parede abdominal para avaliar a presença de possíveis hérnias de parede, principalmente as umbilicais. Cerca de 10% da população tende a ter hérnias de parede durante a sua vida e grande parte delas são assintomáticas. E o momento é importante para já tratar estas hérnias ao mesmo tempo que algumas hérnias contra-indicam a lipoaspiração.

A cirurgia dura em média 4 horas para lipoabdome, podendo ser prolongada dependendo do caso, como hérnias associadas por exemplo. O tempo da cirurgia não deve ser confundida com o tempo de permanência no centro cirúrgico, que envolve também o período de fotos, marcação, preparação anestésica e recuperação pós-operatória.

É feito um umbigo novo?

Não. O umbigo é o seu com uma cicatriz em volta dele. Ele é cortado de forma circular pela pele, sem desinserí-lo do fundo e então suturado (costurado) na pele novamente. O meu diferencial do umbigo é que todos os pontos são dados de forma a manter o umbigo profundo, o mais natural possível e sem pontos fora dele, que marcariam a pele dando a impressão de raios de sol. Este tipo de resultado estigmatiza a paciente demosntrando ser um abdome operado.

É deixado dreno?

Não deixo dreno. Prefiro a cauterização minuciosa, mais trabalhosa, mas mais segura do que deixar uma porta de entrada para bactérias que o dreno pode deixar. Minhas pacientes recebem alta sem drenos e sem precisar mexer nos curativos em casa. Apenas eu troco os curativos nos retornos no consultório. Isto impede a manipulação que pode causar algum tipo de infecção e comprometimento da cicatrização ou da própria cicatriz. 

 Terei dor no pós-operatório ?

O pós-op não costuma ser doloroso. Dependendo da sensibilidade de cada paciente, pode apresentar certo desconforto, perfeitamente resolvido com analgésicos comuns que são prescritos na alta. Lembre-se de não se automedicar.Qualquer dúvida entre em contato, para isto você tem o número direto que está ligado 24 horas por dia 7 dias por semana e o whatsapp da Gisele 48 9154 1339 do atendimento exclusivo. É segurança e confiança para você.

Qual o tamanho que ficará a minha cicatriz?

A cicatriz resultante é horizontal logo acima dos pêlos pubianos (lugar da cicatriz de cesariana) e se estendendo até os flancos. A extensão depende do volume de pele e gordura do abdome a ser ressecado. A cicatriz é planejada para ficar dentro de roupas íntimas ou roupas de banho, como calcinhas e biquinis.

Como é feita a lipoaspiração no lipoabdome?

A lipoaspiração é realizada pela técnica mais atual e eficiente de aspiração de gordura: A hidrolipoaspiração que inicialmente injeta uma solução salina que expande a gordura e facilita a sua retirada. Esta técnica é feita com um aparelho de vibrolipoaspiração que faz automaticamente movimentos helicoidais e antero-posteriores (para frente e para trás). Isto diminui o trauma com outros tecidos como vasos e nervos. Consequentemente esta técnica causará menos inchaço, dor e manchas roxas comparadas com a lipoaspiração clássica. O que se torna um diferencial no resultado e na recuperação. Depois tudo aspirado é retirado a pele excedente.

Com quanto tempo posso voltar as minhas atividade?

A primeira semana é repouso domiciliar. Não podendo esticar o abdome. Com 20 dias volta a dirigir e 60 dias volta a tividade física. Dependendo do trabalho a paciente pode retornar ao trabalho com 15 dias.

Onde é feita a cirurgia?

A cirurgia é feita em Florianópolis/SC em dois grandes hospitais com a mais completa e moderna instalação de atendimento tanto de hotelaria, atendimento pessoal e equipamento de manutenção da vida. Possui tudo o que você precisa para fazer a sua cirurgia com segurança e conforto. Afinal a sua vida merece este cuidado. São eles o Hospital Ilha e o Hospital Baia Sul.

Quanto custa a cirurgia?

O Conselho Federal de Medicina (CFM) não permite que seja passado o preço de cirurgia sem consulta prévia.

No entanto, possuimos um sistema de facilitação de cirurgia que certamente se encaixará no seu orçamento.

O que devo esperar no pós operatório?

Período Imediato: até o 30° dia.Período de maior desconforto por causa do “inchaço” que regride espontaneamente, e as áreas de diminuição da sensibilidade.Em caso de pacientes obesas, pode ocorrer por volta do 8° pós-operatório a eliminação de razoável quantidade de líquido amarelado, por um ou mais pontos da cicatriz (seroma), que se resolve espontaneamente na maioria dos casos, mas pode haver a necessidade de drenagem com agulha em alguns poucos casos.

Período intermediário: do 30° até o 12° mês.Este período é marcado por um espessamento natural da cicatriz, escurecimento na cor da cicatriz, que aos poucos vai clareando.Como a cicatriz preocupa bastante os pacientes, o retorno de avaliação da cicatriz ocorre dentro deste período e se necessário será utilizado cremes, placas de silicone e fitas de corticóide para melhorarem o aspecto da cicatriz diminuindo a sua atividade.

Período Tardio: do 12° ao 18° mês. É o período em que a cicatriz fica mais clara, menos espessa e o inchaço já se desfez totalmente.O resultado definitivo aparece neste período.

Preciso fazer drenagem linfática?

Sim. É fundamental a drenagem do líquido que se acumula no subcutâneo para evitar acúmulo de líquidos e diminuir a formação de fibroses (placas endurecidas).

O resultado final é fruto do cuidado não apenas no ato cirúrgico, mas também nos cuidados nas diversas fases do pós-operatório.Mas não antes de seis meses para a regressão do “inchaço” e 18 meses para a maturação da cicatriz. O fato de ter feito a cirurgia não impede o paciente de freqüentar academias, fazer abdominal ou mesmo ter outros filhos.

 

 

 

 

Compartilhe esta página